18 out

Por Giovana Marques

A vida pede descanso. Repouso que, quando misturado com um pouco de fantasia, é sempre melhor. Unir o lúdico com a essência clean e minimalista foi o desafio da Aluf nesta temporada. Comandada pela diretora criativa Ana Luisa Fernandes, a marca se reinventou na passarela do Projeto Estufa.

A marca trouxe um cast diverso para a apresentação da sua coleção de inverno. Foto: Nicolau Spadoni/Harper’s Bazaar.

A proposta da marca conecta-se bem com o cansaço coletivo e a consequente necessidade de relaxamento. É também preciso fruir, não para escapar, mas de recarregar, reconectar.

Com foco na leveza, Ana aplicou cor em bases pálidas. O tom de rosa apareceu em conjuntos de modelagem com proporção maxi. Alças e punhos acolchoados, volume extra no quadril e mangas amplas deram ar de descontração, sentimento gostoso, para a label.

Essência atualizada

Apesar das novidades, a essência ainda se manteve firme. A alfaiataria foi renovada com um tecido plástico. Mais de 600 sacolas que iriam para descarte foram recicladas no atelier.

Mesmo com toda a fruição, sutileza e descanso, a Aluf levou realidade para a passarela: a maioria das modelos era negra, os corpos não eram todos magros e as mulheres não tinham apenas 18 anos.

Com esta apresentação, fica evidente que, para a Aluf, é necessário atuar no presente inteira.

veja também os posts relacionados

Comente via Facebook

Deixe seu comentário

Instagram
Leitura de moda