29 jul

Por ZEINAB BAZZI (Instagram: nana.bazzi)

Giulianna Campos sempre quis ser famosa. Desde pequena, tinha o sonho de ser apresentadora. Mas foi com o jornalismo que se aproximou das celebridades. A editora de moda e beleza da Quem, revista que lhe deu o primeiro emprego há 9 anos, conversou com os alunos do Jornalismo de Moda da FAAP sobre entretenimento e cobertura jornalística.

Giulianna acredita que é preciso manter uma relação de confiança e simpatia com os famosos

Mas como fez para conquistar uma vaga na publicação? Ela dá o mérito à Hebe Camargo: uma funcionária da Quem, que fez parte da banca do seu TCC, convidou Giulianna e suas colegas para conhecer a revista. E foi aí que ela percebeu que era isso que queria fazer.

Na época, a apresentadora estava internada e a editora da época perguntou se alguém gostaria de ajudar o repórter a fazer o plantão no hospital. Giulianna não hesitou e aceitou a missão: fez a cobertura por 10 dias e se orgulha em contar que foi a responsável por dar o furo da saída de Hebe.

Foco no online

No início, a jornalista cobria o mundo das celebridades; ela ama estar no meio delas. Com a mudança do formato da Quem, ela se tornou editora de Moda e Beleza. Em julho de 2017, a revista impressa deixou de existir, migrando totalmente para o online. Contudo, independente das mudanças de editoria e estrutura, o foco foi mantido: os famosos.

Giulianna conta que, atualmente, as pessoas não têm mais paciência para ler textos grandes. De acordo com ela, o leitor foca nas fotos. Apesar disso, há sempre uma construção textual detalhada, o que inclui apuração criteriosa.

Para as entrevistas com famosos, ela aconselha: sempre fazer perguntas brandas e guardar as respostas para matérias frias, ou seja, atemporais. Também diz que é preciso manter uma relação amigável com as celebridades, conquistando a confiança e sendo empático.

Além disso, é fundamental ter um gravador em mãos. “A gravação é a prova”, diz.

Conecte-se

Networking é algo fundamental em sua carreira. A editora explica que deve-se conhecer pessoas novas e fazer conexões com elas, de forma que haja divulgação mútua.

A jornalista faz constantemente matérias e vídeos de beleza (publicados no site e no canal QUEM acontece), usando produtos acessíveis. Esta estratégia, segundo a editora, aproxima o público e aumenta o investimento das marcas.

Mas como se destacar no meio do entretenimento? Giulianna diz que deve-se sair da zona de conforto e ter ideias inovadoras, mas nunca se deixando levar totalmente pela audiência. Em outras palavras: é necessário fazer o que ninguém mais está, mantendo-se fiel à linha editorial.

“Se faz sentido para você, corre atrás!”, afirma ao término do bate papo com os alunos. E isso expressa bem quem é Giulianna: foco e leveza no trabalho que ama.

veja também os posts relacionados

Comente via Facebook

Deixe seu comentário

Instagram
Leitura de moda